Blog

Dados IoT dando inteligência aos portos e terminais digitais do futuro

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someonePrint this page

reefer container supply chainA tecnologia para rastrear contêineres, cargas e ativos de transporte em movimento há muito tempo tem marcado sua presença de várias formas, mas atualmente faz parte de uma explosiva tendência global voltada para os dispositivos e sensores de telemática de Máquina-para-Máquina (M2M), como parte da crescente Internet das Coisas (IoT).

Em todo o mundo, estamos vendo as autoridades portuárias procurando ficar “mais inteligentes”, usando tecnologias digitais para ajudá-las a otimizar os fluxos de tráfego, lidar com grandes picos de carga e os riscos de congestionamento resultantes de grandes embarcações, e maximizar o aproveitamento da infraestrutura.

Os portos são organismos muito complexos, com diversos interesses e atividades fazendo malabarismos no mar e em terra, e uma enorme quantidade de informações que precisam mudar de mãos entre os vários membros da cadeia de fornecimento e entidades governamentais, à medida que as mercadorias transitam.

Os dados em tempo real fornecidos por aplicações IoT e M2M são cada vez mais vistos como pré-requisitos para uma ‘porta digital do futuro’. A visibilidade em tempo real leva à otimização, fornecendo uma visão geral do que está acontecendo em comparação ao que foi planejado e permitindo que sejam tomadas decisões inteligentes, como resultado. Os dados gerados pelas aplicações IoT e M2M podem ser compartilhados, utilizados e analisados de novas formas entre as várias partes interessadas na comunidade portuária. Veremos sem dúvida muitos mais exemplos de conectividade no futuro, variando de telemática em caminhões, carretas, chassis, gensets e contêineres a dispositivos em guindastes e outros equipamentos de movimentação.

Live data provided by M2M and IoT applications is increasingly seen as a prerequisite for the ‘digital port of the future’.

Os dados em tempo real fornecidos por aplicações IoT e M2M são cada vez mais vistos como pré-requisitos para uma ‘porta digital do futuro’.

O “equipamento inteligente” é um foco atual para os operadores de terminais de contêineres mundiais, como APM Terminals, que estão procurando saber como utilizar as novas tecnologias de IoT e sensores, para obter uma percepção muito melhor da localização, status, desempenho e segurança de suas bases de ativos muito grandes.

remote container managementNo entanto, os dispositivos e sensores IoT criam uma explosão de dados de alto valor, e o desafio para as autoridades portuárias, operadores de terminais e linhas de transporte marítimo e de outras partes interessadas no ecossistema portuário será como gerenciar e avaliar estas informações. Esse desafio não se limita às comunidades portuárias, naturalmente. Aproveitar o big data para melhorar ativamente a tomada de decisões será um grande desafio nos próximos anos.

As soluções de gerenciamento inteligente de contêineres estão ajudando a fazer sentido nesta abundância de dados, e a IoT está determinada a mudar drasticamente a forma como todas as partes interessadas na cadeia de fornecimento de contêineres tomam decisões baseadas nos big data gerados pelos dispositivos e sensores de telemática.

Para saber mais, entre em contato conosco.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someonePrint this page

Sign Up for Updates

Follow Us

ORBCOMM on Twitter