Blog

Tendências principais do mercado máquina-a-máquina (M2M) e Internet das Coisas (IoT) para 2015 segundo a SkyWave

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someonePrint this page

Contemplando o próximo ano

Enquanto o mundo Máquina-a-Máquina (M2M) e Internet das Coisas (IoT) evolui, a tecnologia está se tornando cada vez mais acessível. Hardware, e soluções de rede e aplicações que funcionam em conjunto estão agora alcançando o mercado e proporcionando uma forma integrada para acompanhamento, monitoramento, controle e gerenciamento de veículos, embarcações em qualquer lugar do mundo de uma forma confiável e com baixo custo.

Para aprofundar a integração, a indústria está agora avançando para a próxima fase, que incorpora capacitação de análise de dados. Isto certamente cria um novo padrão de tecnologia móvel Máquina-a-Máquina (M2M) que inclui a entrega de dados inteligentes entre aplicações, soluções e serviços.

De convergência para consolidação e colaboração

Soluções bem integradas irão mudar os negócios para melhor. Mas isso deverá passar por um caminho de convergência, seja por meio de consolidação de ecossistemas ou parceria. Parâmetros já estão sendo definidos de várias maneiras. O código aberto (Open Source) é resultante da interoperabilidade entre os dispositivos e redes. As plataformas de satélites e celular estão se fundindo. Os fabricantes de dispositivos estão fornecendo opções para conectividade de rede através da combinação de satélite, celular e Ethernet.

A GSMA, uma associação de operadoras de telefonia móvel, empresas de software, fabricantes e fornecedores de equipamentos apoia esta linha de pensamento. Seu relatório divulgado recentemente, Diretrizes em Eficiência de Conexão de Dispositivos da Internet das Coisas (IoT Device Connection Efficiency Guidelines) está focado na colaboração da indústria, uma regulamentação adequada e otimização de rede que suporte o crescimento do mercado Máquina-a-Máquina (M2M) no futuro imediato e da Internet das Coisas (IoT) a longo prazo.

Migrando de grandes volumes de dados para dados inteligentes

A inter-conexão de pessoas, bens e empresa é o que a Internet das Coisas (IoT) prevê em tornar-se – onde o mundo físico se funde com o mundo digital.  Mas precisamos ser cautelosose evitar a concentração na coleta de vastas quantidades de dados. Estes se referem apenas a grandes volumes de dados . Dados inteligentes, por outro lado, alavancam os dados coletados para alcançar vantagem competitiva.

Esse ano, a indústria tentará revelar o potencial dos dados mais qualificados a fim de tomar decisões críticas levando em conta contexto e significado. Decisões corporativas baseadas em silos de dados não fazem mais sentido. A progressão para dados inteligentes oferece a oportunidade perfeita para que líderes da indústria unam forças para desenvolver, de forma inteligente, soluções de alto valor agregado que aumentem a produtividade e diminuam os custos corporativos.

O que esperar em 2015

De acordo com a Machina Research, a tendência de mais fusões e aquisições na indústria continuará forte em 2015. Os consultores globais em Máquina-a-Máquina (M2M), Internet das Coisas (IoT) e grandes volumes de dados (big data), observam dois tipos de empresas que serão alvo de Fusões e Aquisições (M&A). Um são os provedores de análise de dados que fornecem uma maneira de ampliar a oferta de serviços a fim de incluir capacidades analíticas. Os outros são provedores que fazem parte da categoria intermediária de soluções em Máquina-a-Máquina (M2M). De acordo com a Machina Research, a consolidação no setor irá “fornecer uma trajetória crucial de serviço para empresas que buscam construir e planejar projetos de Internet das Coisas (loT) e Máquina-a-Máquina (M2M).”

O ano de 2015 marca o início de um novo ano e um marco de consolidação de nossas próprias forças. No início de janeiro, anunciamos a conclusão da aquisição da SkyWave pela ORBCOMM Inc. Aguardamos ansiosamente as oportunidades oriundas do fornecimento do conjunto mais amplo de soluções completas, autorizações regulatórias globais e opções de conectividade incluindo via satélite, terrestre e de modo dual, agora disponível à indústria Máquina-a-Máquina (M2M).

O que você acha que o próximo ano irá trazer para Máquina-a-Máquina/Internet das Coisas (M2M/IoT)? Deixe seu comentário ou entre em contato conosco através das mídias sociais (TwitterLinkedInFacebook,Google+) para dar sua opinião. 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Email this to someonePrint this page
Vivian MacAdden

Vivian MacAdden is Marketing Communications Manager with ORBCOMM.

Posted in 5. M2M/IoT Trends Tagged with: , ,

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Sign Up for Updates

Follow Us

ORBCOMM on Twitter